7 características de líderes que apaixonam seus funcionários - FACPED
Acesso Online

7 características de líderes que apaixonam seus funcionários

4 dicas para ter uma mente forte
5 de maio de 2016
Finanças, uma arma contra o desemprego
5 de maio de 2016
Exibir Tudo

7 características de líderes que apaixonam seus funcionários

Há chefes que apaixonam seus funcionários. Não no sentido da palavra, claro, mas por causa da capacidade que eles têm de motivar sua equipe, reter talentos e ajudar seus empregados a se tornarem melhores pessoas e profissionais.

Uma reportagem, originalmente publicada na “Inc”, mostra as características destes chefes cativantes. Saiba quais são elas e incorpore-as na sua vida:

1. Escutar
Às vezes, dispor de seu tempo para ouvir o que seus comandados têm a dizer é mais importante do que falar as melhores palavras. Dê atenção às queixas, críticas, sugestões e elogios dos empregados.

2. Não ser “estrelinha”
Os empregados gostam de líderes que não se colocam em um pedestal, que são próximos a eles. Seja acessível.

3. Capacitar os outros
Não contrate pessoas apenas para que elas tragam lucros à empresa. Queira, verdadeiramente, que seus colaboradores cresçam pessoal e profissionalmente enquanto estiverem contigo. Dê dicas, ensine coisas e os aconselhe quando achar conveniente.

4. Valorizar os sucessos
Não pense que os empregados estão “apenas fazendo sua obrigação” ao ter um bom desempenho. A falta de valorização desmotiva as pessoas. Celebre o sucesso sempre que possível. Elogie.

5. Delegar
Além de tornar sua vida mais fácil, repassar tarefas aos outros é um sinal de que você confia nos componentes da sua equipe. E demonstrar confiança também motiva as pessoas, de acordo com a matéria.

6. Reagir na hora certa
Bons chefes não fazem julgamentos por impulso. Eles reagem na hora certa. Evite fazer críticas destrutivas publicamente e seja racional antes de tomar decisões difíceis.

7. Admitir seus erros
Líderes são humanos e podem errar como qualquer um. De acordo com o texto da “Inc”, não há problemas em assumir seus erros. Funcionários saberão quando seus líderes estão errados – eles não são burros. Por isso, assumir o deslize soa humilde e realista.

Autor(a): da Redação
Fonte: Revista PEGN – http://goo.gl/kQ93QI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *